Programa do Instituto Coca-Cola inspira e capacita jovens para se tornarem profissionais do futuro

O Programa Coletivo Jovem, realizado pelo Instituto Coca-Cola Brasil, parceiro prata do Festival Social Good Brasil 2018, tem o objetivo de inspirar e empoderar jovens, moradores de comunidades urbanas de baixa renda, por meio da capacitação e desenvolvimento profissional, valorização da autoestima e conexão com novas oportunidades de geração de renda. A iniciativa, que contribui para reduzir a proporção de jovens sem emprego ou formação no país, impactou a vida de mais de 200 mil brasileiros na faixa etária entre 16 e 25 anos. Mais do que capacitar os jovens para o mercado de trabalho atual, a metodologia do Programa Coletivo Jovem aperfeiçoa nos seus participantes as características e habilidades dos profissionais e líderes do futuro e cria oportunidades de inclusão social.

Propondo-se a ajudar o jovem a ampliar sua visão de mundo e se preparar para o futuro, o Coletivo Jovem promove condições para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais com lições e atividades práticas que estimulam o protagonismo, a comunicação, a autonomia e o uso do pensamento crítico – características que, de acordo com especialistas, serão fundamentais nos profissionais dos próximos anos. Após isso, o programa entra em contato com empresas parceiras que oferecem vagas de primeiro emprego para os alunos.

Atualmente, o Coletivo conta com mais de 250 empresas parceiras que se identificam com as ideias e objetivos do programa. Com a contribuição dessas empresas, cerca de 60 mil jovens, que obtiveram bons resultados nas capacitações técnicas e emocionais, já tiveram acesso ao primeiro emprego.

Para os interessados em contribuir para a inclusão de jovens no mercado de trabalho, o Festival SGB 2018 terá uma roda de conversa organizada pelo Instituto Coca-Coca para discutir como a diversidade e inclusão social nos negócios podem contribuir para uma sociedade melhor e mais justa. No espaço, os participantes irão refletir sobre a potência que é a combinação de startups e empreendedorismo em prol da empregabilidade de jovens, além de encontrarem soluções sobre como colaborar para o crescimento econômico inclusivo.

Estarão presentes na roda de conversa Guilherme Oliveira, Gerente de Juventude do Instituto Coca-Cola Brasil, o jovem Yuri de Souza, ex-participante do Coletivo que teve sua primeira experiência de emprego na empresa Brownie do Luiz, e Luiz Quinderé, empreendedor consciente que hoje promove a inclusão no seu negócio e fundador do Brownie do Luiz.