Você já ouviu falar em Fluxonomia 4D? Conheça metodologia

Fluxonomia 4D é uma metodologia que considera a mudança como não-estática, um processo representado na forma de um espiral que flui por quatro dimensões: cultural, ambiental, social e financeira. A história da Fluxonomia 4D começa com a futurista brasileira Lala Deheinzelin.

Lala trabalha com futurismo desde 1995 e trouxe para a pauta questões relativas à sustentabilidade muito antes de a discussão se tornar global. Participou dos movimentos de economia criativa, seguindo por trabalhos baseados em colaboração e compartilhamento em todo o mundo. Durante muitos anos assessorou os diversos setores que lideram processos sustentáveis e inovadores, desde governos locais, passando por ONGs e start-ups, até corporações e instituições.

Em sua trajetória, conviveu com diferentes culturas e meios produtivos. Observadora, percebeu padrões comuns em projetos bem sucedidos (e também naqueles que fracassaram). Foi a partir de muitos aprendizados que Lala chegou à Fluxonomia 4D:

O trabalho de Lala tem reconhecimento e relevância internacional. A futurista foi indicada pela P2P Foundation como uma das 100 Mulheres que estão cocriando a sociedade colaborativa, na categoria de “Pioneiras e Defensoras nos Negócios e Economia Ética”, e também foi considerada pelo escritor e futurista australiano Ross Dawson como uma das três maiores futuristas das Américas Latina e Central. O Social Good Brasil já recebeu Lala como painelista e facilitadora no Festival SGB e a sua metodologia é bastante utilizada pelos Fellows SGB, que recentemente tiveram acesso facilitado ao curso online “Futurismo e Novas Economias – Fluxonomia 4D”.

Rodrigo Gaspar, Fellow SGB do Distrito Federal, é um dos participantes e conta como foi a experiência: “Fazer o curso de Fluxonomia 4D me leva a integração de novas economias através dos prismas Compartilhar, Criatividade, Colaboração e Multimoedas 4D. Como Fellow do SGB enxergo que é uma fantástica ferramenta de olhar nosso mundo com novas lentes para enxergar cada vez melhor a abundância em que vivemos. Pretendo a partir daqui cultivar ainda mais as sementes plantadas do futuro desejável que quero para nosso planeta.”

Você também quer ser um protagonista de mudanças sociais e quer ter acesso a ferramentas e metodologias para potencializar o seu impacto? Em breve abriremos novas inscrições para ser um Fellow SGB. Se você tem interesse, conta pra gente que vamos mandar as novidades sobre o programa em primeira mão para você.